Fiscalização reforçada: como o litoral se prepara para o Carnaval na pandemia

O feriadão de Carnaval se aproxima e, com isso, o Litoral Norte espera um grande número de turistas. Apesar dos desfiles, festas e tradicionais blocos estarem proibidos devido a pandemia, a expectativa de público é grande pois esta será, para muitos, a última oportunidade de vir para a praia nesta temporada.

O Governo Estadual não deve criar nenhum decreto para o Carnaval, com isso a responsabilidade fica a cargo dos próprios municípios. Portanto, seguem valendo as restrições da bandeira vermelha.

A Brigada Militar reforçou a equipe de policiamento e fará a fiscalização em pontos onde os foliões costumam se reunir todos os anos. Segundo explica o comandante regional da BM no Litoral, Marcel Vieira Nery, a prioridade da equipe será em conscientizar o público e, caso seja necessário, intervir para dispersar aglomerações.

COMO OS MUNICÍPIOS SE PLANEJAM:

CAPÃO DA CANOA

Os tradicionais shows realizados na área central e os blocos da praia de Arroio Teixeira não ocorrerão este ano. Segundo o Secretário de Turismo Indústria e Comércio do município, Itamar Trombetta, o objetivo será conscientizar e fiscalizar.

Áreas do centro da cidade, como as Ruas Sepé e Pindorama, que abrigam bares e restaurantes receberão atenção especial e terão uma fiscalização reforçada.

TRAMANDAÍ

O secretário municipal de Turismo de Tramandaí, Rojoel Amaral, diz que servidores da prefeitura estarão com ações de conscientização sobre o coronavírus durante o Carnaval em uma tenda montada na Avenida Beira Mar.

Segundo o secretário, o efetivo da Guarda Municipal circulará pela cidade e pretende dispersar pessoas que estiverem aglomeradas.

Além da tradicional festa na Avenida Beira Mar, também estão cancelados os eventos nas praias de Oásis e Nova Tramandaí, locais que também vão contar com aumento da fiscalização.

IMBÉ

Uma reunião com Brigada Militar e Polícia Civil foi realizada nesta quinta-feira (11) para definir as medidas a serem tomadas.

Nenhum evento será organizado nem liberado pelo poder público municipal. Não está descartado que o Guia Corrente, tradicional ponto de festas em Imbé, tenha os acessos bloqueados, como ocorreu no Réveillon e nos dois primeiros finais de semana do ano.

TORRES

A prefeitura de Torres não organizará nenhum evento durante o Carnaval. A fiscalização, por meio da Guarda Municipal, estará reforçada na orla e nas praças para evitar aglomerações.

XANGRI-LÁ

Em Xangri-lá, as tradicionais festas de Carnaval em casas noturnas estão proibidas. Na Avenida Central, onde também há concentração grande de bares e restaurantes, a fiscalização estará reforçada para evitar aglomerações. Os estabelecimentos estão autorizados a funcionar até as 3h, mas sem formato de balada.

Por Augusto Aguilar

Com colaboração de Gaúcha ZH

Foto: Carnaval em 2019 – Prefeitura Municipal de Capão da Canoa

Tagged: , , , , , , , , , , ,