Funcionária do município sofre parada cardíaca e morre sem atendimento

Uma funcionária pública do município sofreu uma parada cardíaca e morreu enquanto trabalhava na manhã desta terça-feira (1), na praça Luiz Agostinelli, conhecida como Praça do “Camelô”, no Centro de Capão da Canoa.Maria Cristiane Ribeiro da Silva, de 46 anos sentiu fortes dores no peito por volta das 9h, e logo desmaiou. Segundo testemunhas e familiares da vítima, a SAMU foi acionada rapidamente. Durante a ligação, várias perguntas foram feitas, mas ao final da conversa constatou-se que não havia ambulância disponível. Ainda no domingo, segundo familiares, a funcionária procurou o Posto de Saúde 24hrs com fortes dores no peito. Depois de passar pela triagem ficou 3h30 aguardando a sua vez, cansada de esperar, voltou pra casa com dor.Segundo o secretário interino de saúde, Jonas Fernando Wenclevski, Maria Cristiane realizou um eletrocardiograma que não detectou nenhuma alteração. Ele ressalta também que a regulação do SAMU é de nível estadual e que as duas ambulâncias do município estavam em deslocamento para atender outras ocorrências. Foi solicitada a ambulância do município de Xangri-lá, mas esta também estava atendendo outro chamado. Jonas já solicitou a ordem de saída das ambulâncias, horários e pacientes que foram atendidos para confirmar se de fato não havia condições de atender a vítima.O secretário interino afirma que uma terceira equipe está sendo providenciada para reforçar o atendimento no verão, mas que isso depende também do Estado e da liberação de recursos.Atualizado ás 23:21

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.