Registro de candidatura de Amauri é indeferido pelo TRE

candidato à reeleição Amauri Magnus Germano (PTB) teve o registro de candidatura da Coligação Capão Não Pode Parar indeferido por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A decisão é cabível de recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).Em nota, Amauri salientou que pretende recorrer da decisão. Segundo especialistas ouvidos pela Mega Litoral, a decisão dificilmente será revertida, já que estamos há menos de 3 dias da eleição.O apelo da Coligação Mais Capão foi atendido pelo Ministério Público Eleitoral.A publicação do acórdão será na próxima sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul.Destaca-se que esta notícia não é fakenews.Nota do candidato:A coligação Capão Não Pode Parar esclarece que a decisão judicial do Tribunal Regional Eleitoral não é definitiva e cabe recurso. Os candidatos, os vereadores, vereadoras e a militância seguirão trabalhando forte para, no dia 15 de novembro, reeleger pela primeira vez um prefeito na história de Capão da Canoa, porque Capão Não Pode Parar. Coordenação Geral de CampanhaA DECISÃO:O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indeferiu, por unanimidade o registro da candidatura de Amauri Magnus Germano , ao cargo de prefeito de Capão da Canoa. A decisão ocorreu na tarde desta quinta-feira (12). Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).Os desembargadores do TRE julgaram os recursos eleitorais movidos pelo Ministério Público Eleitoral e pela coligação “Mais Capão” (PRTB / PP / PDT/PL/PSD), contra o deferimento do registro da candidatura, em face de sentença da 150 Zona Eleitoral.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.